Desde o planejamento, tudo indicava que seria o sucesso seria a marca do V Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral, realizado de 6 a 8 de abril, em Curitiba, pelo Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (Iprade), pelo Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade) e pela Universidade Positivo. Foram 60 palestrantes em mais de 30 horas de programação com debates de temas que estão na ordem do dia e conferências brilhantes do começo ao fim. De Néviton Guedes a Gilmar Mendes, com a bênção de Sepúlveda Pertence, o ministro que, avaliando edições anteriores do congresso, deu a Curitiba o título de “capital do direito eleitoral”.

O público de 2.200 pessoas lotou a plateia do Teatro Positivo e movimentou também o ExpoUnimed, local de credenciamento e dos mini-cursos. Até o sol marcou presença constante durante os três dias de congresso, favorecendo aqueles que quiseram aproveitar a esplanada em torno dos food-trucks instalados no câmpus da Universidade Positivo especialmente para a ocasião.

Também não faltaram notícias sobre o congresso. Os mais de 30 profissionais credenciados receberam informações sobre os painéis e debates em tempo real, tanto nas mídias sociais quanto no canal de notícias do site do Iprade. Receberam e multiplicaram. Notícias do congresso chegaram ao grande público por meio de reportagens veiculadas em jornais, sites, emissoras de rádio e de televisão.

Recordes foram batidos. O conhecimento foi multiplicado. A hora é de agradecer a todos: painelistas, debatedores, formentadores, conferencistas, organizadores e, claro, participantes. Juntos fizemos deste V Congresso o maior evento de direito eleitoral do Brasil. “E do mundo”, diria o eleitoralista Luiz Fernando Pereira, repetindo o vaticínio da abertura. Esse feito só foi possível graças à participação de cada um. Esperamos todos no VI Congresso!